28/06/17

FRASES DO MÊS

Imagine a imagem invertida, sff. Obrigado.
"Não há ditadura por causa do ditador, mas por causa daquele que lhe obedece"
(Eduardo Vera-Cruz Pinto, em discussão nacional - TV Assembleia SP)

"Quem não sabe ser fiel no pouco, o muito doutras coisas lhe terá vindo."
(na serra alta - J. Antunes)

Ditados populares portugueses:

"Vassoura nova é que varre bem"

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades"

"O que os olhos não vêem o coração não sente"

"Não é com vinagre que se apanham moscas"

"Não se fala em corda em casa de enforcado"

"Não é por muito madrugar que amanhece mais cedo"

"Em casa de papudos não se fala em papos"

"O pior surdo é o que não quer ouvir"

"Quem o seu cão quer matar chama-lhe raivoso"

"Muito esquece a quem não sabe"

"A boca ambiciosa só se fecha com terra de sepultura"

"Quem não quer ser lobo não lhe vista a pele"

"As aparências enganam"

"Muito custa a um pobre viver, e a um rico morrer."

"O bom filho à casa torna"

"Onde há fumo, há fogo"

"Quem não tem vergonha todo o mundo é seu"

"Quem vê caras não vê corações"

"Vai muito do dizer ao fazer"

3 comentários:

Cláudia Arruda disse...

Salve Maria.

Ahhh, os ditados populares :) ! Cresci ouvindo dos meus avós, pais, tios e etc...
E muitos deles, meus filhos também cresceram aprendendo... Mas enfim, frases simples, que nos transmite lições comuns sobre a vida. Sabemos que “onde há fumaça (fumo) há fogo”, é óbvio....Porém, de uns tempos para cá, me pergunto: se em algumas situações, ele faz sentido... E se a “fumaça (fumo)” for uma calúnia maldosa, fofoca para descreditar alguém...!?

;)...

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Salve Maria

Cara Cláudia Arruda,

obrigado por comentar.
É realmente um património precioso este tipo de coisas.
Interessante o que coloca. Mas veja... a calúnia costuma difundir-se entre pessoas de moral duvidosa, ou entre pessoas que faltaram com a justiça de proceder bem com a informação que lhes foi dada... E nesse sentido não apenas há fogo na origem do fumo mas também por onde é veiculada a calúnia. Assim, este fumo não indica facilmente o fogo de origem, mas sim vários pequenos fogos que o alimentam.

Que acha?

Volte sempre.

Cláudia Arruda disse...

Salve.

Muito bom!

Obrigada caríssimo!

:)...

TEXTOS ANTERIORES